5 Estratégias Para Vender Mais No Varejo

Published on March 25th, 2021

5 Estratégias Para Vender Mais No Varejo

A partir do momento que um negócio é aberto, surge a preocupação para que o faturamento se mantenha, possibilitando o sustento da empresa. Para que isso ocorra, existem algumas estratégias que podem ser adotadas para vender mais no varejo.
Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 21% das empresas quebram após o primeiro ano em atividade. Porém, com planejamento, é possível aumentar o lucro mesmo em tempos de crise.

O que fazer para vender mais no varejo?

Pensando nesse planejamento, separamos cinco estratégias de vendas para você aplicar em seu negócio.

1. Conheça seu público

Conhecer o público é o primeiro passo para qualquer estratégia. Sabendo quem é o seu consumidor, é possível determinar ações de marketing mais eficientes, tomar melhores decisões sobre o estoque e treinar os funcionários corretamente.
Para identificar seu público, é preciso analisar:

  • o que o seu cliente procura?;
  • quais são os seus hábitos de consumo?;
  • ele valoriza mais o preço ou a qualidade?;
  • qual a idade média dos consumidores?;
  • quais os principais interesses?.

2. Defina metas

Definir metas é fundamental para traçar uma estratégia. Não é possível determinar os caminhos que devem ser trilhados, nem otimizar processos sem saber onde sua empresa pretende chegar.

Por isso:

  • determine o percentual de crescimento que pretende alcançar;
  • determine metas individuais e coletivas;
  • saiba o que é necessário para alcançar essas metas.

É importante que elas sejam possíveis e alcançáveis, pois todos os funcionários devem estar comprometidos com seus objetivos. Se eles foram impossíveis de serem cumpridos, os colaboradores ficarão desmotivados e frustrados.

3. Invista em um bom atendimento

De acordo com uma pesquisa Global Consumer Pulse, feita pela Accenture Strategy, as empresas varejistas brasileiras perderam cerca de R$400 bilhões devido ao mal atendimento. Isso evidencia a importância de investir em uma boa relação com o cliente.
Para que isso ocorra, é necessário treinar a sua equipe para que ela seja proativa, educada e informada.

4. Use técnicas de visual merchandising

Posicionar os produtos de maior margem e giro na altura dos olhos dos clientes é uma prática recomendável por técnicas de merchandising.
Outra estratégia que pode ser adotada diz respeito a promoções e ofertas. O ideal é colocá-las nas pontas das gôndolas.
Para vender mais no varejo é importante observar o comportamento dos clientes durante a compra e sua interação com a gôndola. Com as alterações feitas, é preciso analisar se houve impacto positivo ou negativo em relação às vendas, com o gerenciamento do seu estabelecimento comercial.

5. Precifique de forma correta

É muito importante saber colocar o preço correto em seu produto. Se ele possuir um valor elevado em comparação com seus concorrentes, é possível que suas vendas diminuam.
Porém, o preço precisa ter relação com a qualidade. Se algum produto que vende possui uma qualidade elevada, é normal que o preço seja diferenciado.
Para essa precificação correta, é necessário avaliar:

Custo por unidade

Quanto você gastou para produzir ou comprar cada unidade do produto? Esse dado é fundamental para garantir uma boa precificação e evitar prejuízos. Além disso, saber gerenciar seu estoque é essencial.

Quais suas despesas?

É preciso analisar os gastos fixos e variáveis da empresa, a fim de diluir esse valor nos produtos. Dessa forma, você atribui porcentagens de contribuição diferentes a cada um deles.
Com essa distribuição, é possível fazer uma estimativa de quantos produtos de cada tipo precisam ser vendidos para pagar a operação — o que sobra é lucro líquido. Além disso, é importante incluir o valor de impostos no cálculo.

Respeite a margem

A margem corresponde a um valor de lucro necessário para que seu negócio sobreviva. Caso você tenha definido um ganho de 20% sobre o custo de cada item, atenha-se ao plano na hora de precificar.

Entenda e conheça o que é markup e a margem de lucro

Muitos empreendedores nunca ouviram falar sobre markup ou o confundem com margem de lucro, porém se trata de assuntos distintos.
O markup é um índice usado na formação de preço de venda. Este índice é aplicado ao custo do produto e o resultado determina o preço de venda ideal para atingir uma determinada margem de lucro.
Já a margem de lucro é uma representação percentual do lucro líquido em relação ao preço de venda. Ela é calculada com o preço de venda já formado, mas pode ser usado na formação do preço de venda juntamente com o markup.

Com a compreensão do que cada um significa, o ato de precificar um produto se torna uma tarefa mais simples e assertiva.
Gostou de conferir as dicas para vender mais no varejo? Continue acompanhando o blog da Toledo do Brasil para mais conteúdos!

Comentários

Artigos relacionados

What are you looking for?