Como escolher uma balança para o varejo?

Publicado em 22 de Julho de 2021

Como escolher uma balança para o varejo?

Escolher a balança ideal para supermercado é sempre um grande desafio. Além dos vários tipos de equipamentos (que são usados em diversos locais da loja), há alguns fatores que devem ser considerados para que a escolha seja a mais adequada, de modo a atender à necessidade do varejista.

Para ajudar nessa tarefa, seguem algumas recomendações a fim de proporcionar a solução ideal de pesagem para cada setor da loja, como também contribuir para o sucesso do seu negócio. Para tanto, é preciso levar em conta:

O que será pesado?

Isso será fundamental para definir o equipamento. O tamanho da embalagem (ou da mercadoria) a ser pesada implica no tamanho do prato da balança. Outros dados importantes para a indicação do equipamento são o conhecimento do peso total do produto para definir a tolerância da balança, e também as faixas de pesagem.

Qual o local onde a balança vai operar?

Para escolher o tipo de equipamento certo para uma determinada seção, é preciso identificar qual a aplicação, ou seja, se há necessidade de uma balança etiquetadora ou uma pesadora, por exemplo.

Como o produto vai ser depositado na balança?

Serão usados carrinhos? Empilhadeiras? Paletes? Caixas? Para as balanças de carga, esses dados são essenciais para que o varejista consiga escolher a máquina ideal, sem que ocorra erros de distribuição durante a pesagem. Se a balança será usada na recepção de mercadorias, é importante avaliar como elas serão distribuídas no local de pesagem.

A balança será ligada a algum periférico?

Normalmente, as informações para a comercialização dos produtos são direcionadas para um periférico (computador ou impressora, por exemplo), ou o próprio equipamento possui a função de impressão de etiquetas. Dessa forma, é essencial saber qual o periférico a ser empregado para escolher corretamente equipamento de pesagem.

Ressalta-se que a balança, se for conservada de maneira adequada, dura por muitos anos. Por isso, na hora de investir na aquisição dessa ferramenta imprescindível para o sucesso do negócio, o varejista precisa estar convicto da escolha adequada.

Por ser um equipamento indispensável para a comercialização de produtos pesáveis e regulamentado pelo INMETRO, algumas particularidades são averiguadas durante as fiscalizações. Caso seja constatada alguma irregularidade, o varejista será autuado.
Para que o processo de pesagem de produtos esteja regular e em funcionamento, é necessário que o gestor do negócio siga alguns cuidados, que começam no ato da compra, optando pela escolha correta da máquina e da empresa responsável pela conservação e manutenção periódica.

Dessa forma, evita-se a interrupção de vendas oriundas de problemas na pesagem de produtos, e de prejuízos causados pela comercialização incorreta de mercadorias.

Entre em contato com a Toledo do Brasil e saiba mais.

Comentários

Artigos relacionados

O que está buscando?