See how Electronic Tags can favor the retailer's daily life

Published on January 23rd, 2020

As Etiquetas Eletrônicas já se encontram disponíveis no mercado e podem até mesmo livrar o comerciante de ações judiciais.

Você tem ideia de que há problemas que ocorrem em qualquer estabelecimento comercial independente do seu porte, desde uma pequena lojinha de bairro até uma grande rede de supermercados? Recorrente, nos mais diversos segmentos varejistas, uma dessas questões diz respeito à discrepância de preços, entre o que sinaliza na gôndola e o checkout. Tal problema, além de constrangimento, gera dores de cabeça aos responsáveis pelo comércio. Mas, quais as consequências causadas por essa divergência de preços?

Sob o ponto de vista do cliente, há o constrangimento na hora de pagar a mercadoria no checkout, ocasião em que toma conhecimento de que o valor é maior do apresentado na gôndola. Inclusive, ele pode ter a sensação de que tal fato ocorre com frequência e, assim sendo, passa a desconfiar do estabelecimento comercial.

Além do constrangimento e da desconfiança, o cliente poderá reagir em busca de seus direitos. Sem dúvida, a busca pelos seus direitos resulta em uma série de problemas a ser enfrentada pelo varejista. Segundo o IDEC - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, a regra é simples: “no caso de o consumidor encontrar valores distintos para o mesmo artigo, num determinado estabelecimento, tem o direito de pagar o menor preço”.

Mas, se o cliente perceber a discrepância do valor somente depois de finalizar a compra, qual atitude deverá tomar o estabelecimento comercial? De acordo com o Procon - Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor, o varejista deve restituir o valor pago a mais. Se isso não acontecer, a orientação do órgão é para que o cliente entre com uma reclamação no Procon ou uma ação no JEC (Juizado Especial Cível). O artigo 31 do CDC (Código de Defesa do Consumidor) diz: “a oferta e apresentação de produtos e serviços devem assegurar informações corretas, claras e precisas”.

Dores de cabeça, como a exemplificada, são evitadas com o uso de soluções que eliminam de vez esse tipo de problema. As Etiquetas Eletrônicas, disponibilizadas pela Toledo do Brasil, podem ser empregadas em qualquer seção entre os mais diversos estabelecimentos comerciais, desde supermercados (varejo e atacado, facilmente instaladas em áreas de secas a úmidas, com temperaturas de freezer de até -30ºC), lojas de material de construção, magazines etc. Além da eliminação de erros e divergências entre os preços (gôndola-checkout), as etiquetas eletrônicas detêm o inventário total da mercadoria (ou seja, informa a necessidade de reposição, entre outros benefícios), possui bateria de longa duração (7 anos) e um moderno sistema capaz de atualizar de 1.500 a 3.000 etiquetas por minuto, favorecendo a realização de campanhas promocionais, por exemplo.

Enfim, trata-se de uma tecnologia revolucionária, que traz muitas vantagens tanto para o consumidor quanto para o varejista.

Saiba mais sobre o assunto:

 

Conheça as Etiquetas Eletrônicas Prix.

Comentários

Artigos relacionados

What are you looking for?