Sistema de Enchimento de Recipientes

No Sistema de Enchimento Tolfluid o peso é o que importa. Recurso de autocorreção permite dosagens de alta precisão, compensando variações das características dos materiais dosados com viscosidade ou densidade provocadas por mudanças de temperatura, o que não ocorre em sistemas que utilizam o controle de volume.

O fluxo do material é controlado por uma válvula pneumática de duas posições de velocidade e uma válvula tipo rolha na extremidade da lança, para assegurar um corte preciso. A precisão final é obtida com o controle do fluxo em velocidade de alimentação lenta.

A lança/válvula acompanha a evolução do nível do líquido no interior do recipiente, logo abaixo do espelho úmido, para diminuir a emanação de gases, evitando expumação, perdas por volatilização e transbordamentos.

Display alfanumérico de alta visibilidade, autoexplicativo, se comunica com o operador após cada ação. Teclado alfanumérico e de funções para programação de todos parâmetros de operação. Utilização de senhas definíveis pelo usuário, prevenindo a alteração de programação por parte de pessoas não autorizadas.

Relatórios de programação, totalização e de operação, permitem o acompanhamento e controle eficientes de todo o processo de produção.

Sob consulta, os Sistemas de Enchimento Tolfluid, podem ser implementados de forma a atender as exigências básicas para uso em áreas de risco de explosão (classificadas).

Características e Benefícios

  • Programação de até 150 produtos e de 20 recipientes diferentes, produto a ser envasado, número de itens a serem produzidos e dados gerais do lote de produção;
  • Programação e parâmetros protegidos por bateria recarregável, em caso de falta de energia elétrica na rede;
  • Autoconfiguração, de forma a se obter a maior precisão no menor tempo de ciclo, de todos os parâmetros de dosagem como: DRIBLE (corte de alimentação rápida), PREACT (corte total da alimentação), tempo de dosagem, tempo e faixa de estabilização, faixa de zero, compensação de empuxo, etc.);
  • Autocorreção, perseguindo sempre a precisão máxima possível, objetivando compensar variações das características dos materiais (umidade, viscosidade, densidade, etc.) e dos equipamentos de manuseio (vazão do sistema de alimentação, pressão de ar, desgastes naturais, etc.);
  • Autosimulação de peso e/ou entradas externas, permite treinamento e manutenção de forma prática, eficiente e sem desperdícios;
  • Autocontinuação: em caso de falta de energia elétrica na rede, o sistema memoriza o STATUS e, quando de seu retorno, continua normalmente do ponto em que parou;
  • Autozero: a cada recipiente rezera a balança, assegurando sempre a precisão do enchimento;
  • Dois modos de alimentação: rápida/lenta ou lenta/rápida/lenta. Esta última indicada para produtos muito sensíveis à aeração;
  • Proteção do recipiente em caso de falha de alinhamento do bocal de envase, durante a descida da lança: uma vez detectado o obstáculo, a lança retorna ao topo, permanece alguns instantes e reinicia a descida;
  • Copo de gotejamento, evita respingos de produtos nos recipientes;
  • Controles manuais de todos os passos de dosagem (subir e descer lança, alimentação rápida e lenta, tara e peso bruto), garantem a continuidade do processo em caso de avarias no automatismo;
  • Verificação do posicionamento do recipiente sobre a plataforma, por peso e por sensor;
  • Verificação da tolerância do recipiente, prevenindo que esteja realmente vazio;
  • Verificação de tempo de dosagem e, conseqüentemente de fluxos mínimos, acionando alarme e desligando a alimentação;
  • Controle de posição da lança em função do volume de produto já envasado, dispensando ajustes de temporizadores, assegurando precisão e confiabilidade mesmo com variações dos meios de manuseio, prevenindo derramamento de produto sobre o recipiente;
  • Dosagem sob a superfície do líquido, prevenindo problemas com aeração, sem qualquer custo adicional;
  • Verificação da tolerância e classificação do peso líquido do produto envasado em cinco zonas: ABAIXO, OK ABAIXO, OK, OK ACIMA e ACIMA. Este zoneamento poderá ser definido manualmente, programando-se cada um dos pesos de referência, ou automaticamente a partir da programação de uma única tolerância;
  • Verificação do posicionamento da lança, acionando alarme e desligando a alimentação. Previne derramamento do produto e inadequação que causem aeração e imprecisão;
  • Verificação da programação, exibindo mensagem de erro.

Especificações Técnicas

Alimentação elétrica Controle: 96/260V (seleção automática), 50/60 Hz
Força: 220, 380 ou 440 V (especificar)
Potência dissipada máxima 100 W
Temperatura de operação 0°C a 40°C.
Umidade relativa 10% a 95%, sem condensação
Pressão de ar comprimido 80/100 psi
Consumo de ar comprimido 6 m3 / h
Produção 1 tambor/minuto (considerando alimentação aproximada de 110 GPM).
Saídas Saída RS232-C para impressora
Saídas com isolação óptica: 24 – 280 VCA, 3A máximo.
Interface de Comunicação Ethernet TCP/IP, Profibus, Profinet, Ethernet IP, Modbus TCP, DeviceNet, ControlNet
Plataforma de pesagem 1,20 m x 1,20 m
Capacidade Calibração com Duas Faixas de Pesagem: Primeira: 800kg x 100g e Segunda: 1600kg x 200g

Precisão de Dosagem

Em condições ideais, desvio padrão melhor que dois incrementos, erro máximo menor que 0,1% do fundo de escala ou três incrementos, prevalecendo o maior valor.

 

Construção Padrão

  • Enchimento semi-automático para 4 tambores ou 1 totebin;
  • Coluna de aço carbono SAE-1020, para elevação e movimentação da lança;
  • Sistema de movimentação e deslizamento manual, para posicionamento da lança até 4 tambores;
  • Lança penetrante totalmente de aço inoxidável sanitário AISI-304;
  • Válvula tipo rolha na extremidade da lança com vedação em VITON;
  • Balança de perfil baixo, com plataforma de 1,20 m x 1,20 m em aço carbono SAE-1020;
  • Válvula de alimentação 2 vias, de aço inoxidável sanitário AISI-304, ou 316L com acionamento pneumático em duplo estágio;
  • Painel de controle em caixa de aço inoxidável, grau de proteção IP-69K (resistente à poeira e a jatos d'água), para instalação em parede.
 

Relatórios

  • Relatório compacto da programação geral do sistema (balança, recipientes, produtos, etc.);
  • Relatório compacto de operação com a descrição de cada uma das pesagens (data, hora, número seqüencial e mensagens de erro ou do processo, tara do recipiente e peso (líquido), totais e subtotais acumulados de cada um dos produtos ao final de cada lote;
  • Relatório de totalização e subtotalização de cada um dos produtos.
 

Acessórios (Opcionais)

  • Plataforma de pesagem: 0,80 m x 0,80 m de aço carbono SAE-1020 ou aço inoxidável AISI-304. Capacidade: 500 kg x 100 g para um recipiente;
  • Plataforma de pesagem: 1,20 m x 1,20 m de aço inoxidável AISI-304;
  • Esteira de roletes livres, de aço carbono SAE-1020 galvanizado ou aço inoxidável AISI-304;
  • Sistema de lança penetrante somente para um recipiente;
  • Válvula de alimentação e lança penetrante fabricadas de aço inoxidável AISI-316L;
  • (*) Válvula de alimentação 2 vias de aço inoxidável sanitário AISI-304, com dispositivo de acionamento manual para posicionamento direto da válvula em até 4 recipientes;
  • (*) Válvula de alimentação 2 vias de aço inoxidável sanitário AISI-304, montada em coluna de aço carbono para um recipiente;
  • Vedações da válvula de alimentação e da lança penetrante em Buna-N, EPDM ou Teflon, seguindo exigências dos materiais processados;
  • Campânula para exaustão de gases.

Interfaces de comunicação para conexão com outros equipamentos (opcionais, somente uma saída por painel)

  • ETHERNET TCP/IP;
  • ETHERNET IP;
  • PROFIBUS-DP;
  • PROFINET;
  • MODBUS-TCP;
  • DEVICENET;
  • CONTROLNET.

(*) A utilização de válvula sanitária, sem lança, é recomendada somente para os casos em que o produto a ser envasado não apresente condições adversas de espumação, aeração e oxidação, por exemplo.

Documents, Manuals and Software

What are you looking for?