6 Principais Relatórios Gerenciais Para Supermercado

Publicado em 04 de Março de 2021

Contar com relatórios gerenciais para supermercado é essencial na tomada de decisões efetivas, baseada em dados, já que é possível fazer uma gestão eficiente da empresa.

As informações presentes nesses relatórios fornecem ao gestor a possibilidade de analisar de forma clara e objetiva como está o andamento de cada setor.

Dessa forma, é possível tomar ações que possam otimizar os processos realizados, controlar possíveis desperdícios, detectar erros e obter melhores resultados.

O que são relatórios gerenciais?

Gerir um negócio não é uma tarefa simples, porém, sem relatórios gerenciais, se torna ainda mais difícil. Eles consistem no levantamento de dados e análises de aspectos de um negócio, com o objetivo de identificar pontos fortes que podem ser potencializados e pontos fracos que precisam ser corrigidos e melhorados.

Existem diversos tipos de relatórios gerenciais. Entre eles, alguns são fundamentais, como:

Relatório financeiro

O relatório financeiro, como o nome sugere, tem como objetivo dar uma visão em relação às finanças do seu supermercado, analisando custos, lucros, fluxo de caixa, entre outros pontos.

Quanto mais minucioso for seu relatório, mais profundas e precisas serão as informações.

Relatório de satisfação

Embora o supermercado faça parte de um nicho de serviços essenciais para o ser humano, existe uma grande concorrência no meio, que engloba desde grandes redes até os estabelecimentos de bairro.

Pensando nisso, avaliar a satisfação do cliente em relação ao seu negócio é fundamental para se manter sempre ativo e corrigir possíveis falhas no atendimento.

Mas, o relatório de satisfação não deve ser aplicado apenas para o cliente. Avaliar a satisfação dos colaboradores, ouvir suas reclamações e sugestões também é fundamental. Afinal, são eles que prestam o atendimento e, se estiverem satisfeitos, há uma grande probabilidade de refletir essa satisfação no cliente.

Uma pesquisa realizada pela Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios apontou que 61% dos consumidores afirmam que ser bem atendido é mais importante do que o preço ou a qualidade dos produtos.

Por isso, gerenciar filas, não ter divergências entre a gôndola e o caixa, otimizar processos ou, até mesmo, implementar balanças de auto atendimento para melhorar a experiência do consumidor é importante.

Relatório de crescimento

Nesse relatório gerencial é possível analisar o quanto seu negócio está crescendo, com base nos dados de aumento no fluxo de clientes, faturamento, produtos mais vendidos, entre outros.

Assim, além de acompanhar esse crescimento, você identifica pontos que podem ser melhorados.

Relatório de gestão de estoque

Os relatórios de gestão de estoque são essenciais para uma empresa, pois ele é o principal ativo gerador de caixa. Por isso, quando ocorre a venda, é necessário ter atenção redobrada com o seu gerenciamento.

De forma geral, esses relatórios precisam ser muito completos e fornecer diversas informações que são imprescindíveis para a gestão dos recursos.

Esse relatório serve para analisar a gestão do seu estoque, controle de insumos utilizados, analisar desperdício e, assim, tomar ações quanto a isso.

Relatório de Contas a Pagar

Os relatórios de contas a pagar são muito importantes para que o gestor tenha uma visão clara das obrigações da empresa.

Nele, devem constar todas as despesas fixas e variáveis, informando valor, data de vencimento e de pagamento, número de parcelas e valor total (já contando com possíveis juros e impostos).

Com esses dados, é possível ter um controle maior sobre o que está sendo gasto e o que deve ser pago, possibilitando uma programação e evitando a perda de prazos.

Relatório de Contas a Receber

Da mesma forma que o anterior, o relatório de contas a receber também está relacionado ao fluxo de caixa.

Nele, devem constar informações relacionadas às datas e os valores que serão recebidos, contabilizando possíveis descontos que foram oferecidos.

Com isso, você tem um controle maior do caixa da sua empresa, possibilitando a programação para ofertar promoções ou analisar a porcentagem de lucro que irá obter.

Como elaborar relatórios gerenciais

A elaboração de relatórios gerenciais é um processo que requer muito cuidado, afinal a mínima inconsistência nos dados, como um erro de digitação ou desencontro de informações, pode gerar um efeito cascata e comprometer a estabilidade do negócio.

Por exemplo, se no seu relatório de estoque você digitar um número errado e acabar marcando que determinado item está zerando. Isso pode fazer com que seja feita uma nova compra do produto, que não seria necessário, trazendo impactos ao seu caixa.

Por isso, é preciso garantir que profissionais qualificados montem e analisem seus relatórios, que podem ser feitos manualmente, por meio de planilhas, ou contar com um software que gere esses relatórios automaticamente.

Gostou de saber como os relatórios gerenciais são importantes para sua empresa? Continue acompanhando o blog da Toledo do Brasil para mais conteúdos!

Comentários

Artigos relacionados

O que está buscando?